podcast do isaúde brasil

Publicada em 07/07/2015 às 16h20. Atualizada em 27/08/2015 às 09h54

Beber ovos crus pode causar alguma doença?

Confira algumas dicas para melhor consumir esse rico alimento.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

O ovo é um importante alimento proteico que deve constar na dieta alimentar, porém os consumidores devem estar conscientes dos riscos de ingestão de ovos crus ou mal cozidos, para reduzir a contaminação.

O ovo cru pode conter uma bactéria chamada salmonela que é um dos tipos mais comuns no mundo e é transmitida principalmente por ovos crus ou mal cozidos. Essa bactéria pode causar gastroenterite, levando a cólicas abdominais e diarreia, que podem se manifestar de 12 a 72 horas após o consumo. 

Estudos realizados com amostras em laboratório mostram que um ovo em cada 100 pode conter a bactéria. Medidas rígidas de higiene são necessárias na criação de aves e produção de ovos para se evitar a disseminação da doença.

Cuidados com os dejetos dos animais são fundamentais para impedir a contaminação do meio ambiente, das águas dos rios e das plantações de verduras e frutas. 

Cuidados para evitar contaminação por salmonela:

Embale adequadamente os alimentos antes de colocá-los na geladeira ou no freezer;

Lave os utensílios de cozinha, especialmente depois de ter lidado com alimentos crus;

Evite comer carne crua e mal passada, especialmente a carne e os miúdos de frango;

Não se esqueça de que ovos crus são ingredientes de pratos como a maionese e certos doces;

Só tome leite fervido ou pasteurizado;

Mergulhe verduras e hortaliças que serão ingeridas cruas numa solução de água com hipoclorito de sódio ou preparada com uma colher de água sanitária para cada litro de água;

Não consuma alimentos em conserva cujas embalagens estejam estufadas ou amassadas.

Compartilhe

Saiba Mais