podcast do isaúde brasil

Publicada em 30/08/2011 às 21h03. Atualizada em 31/08/2011 às 23h47

Estética: beleza põe mesa?

Saiba os principais procedimentos e novidades na área com o cirurgião plástico, Dr. Edvan Leite.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

Quem procura mais um cirurgião plástico com fins estéticos o homem ou a mulher? O que eles buscam? E a febre dos novos procedimentos? Quando é realmente necessária a intervenção cirúrgica? Graduado pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Membro titular e especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Federação Ibero-Latino Americana de Cirurgia Plástica, o cirurgião Edvan Leite responde a estas e outras perguntas.

iSaúde Bahia - Quais são as cirurgias plásticas mais procuradas pelas mulheres?

Edivan Leite - A cirurgia de prótese de mama é a primeira, depois a lipoaspiração, a plástica de mama. E, por último, a plástica facial, o lifiting e a plástica de pálpebra.

iSB - E os homens?

"O homem hoje em dia, não tem tempo, por isso buscam esses procedimentos paliativos para não fazer uma cirurgia mais invasiva convencional".

EL - Primeiro a cirurgia de pálpebra, depois a lipoaspiração, o transplante de cabelo e, por último, a de face.
Os homens têm procurado muito os procedimentos não cirúrgicos, como o botox, preenchimento. O homem, hoje em dia, não tem tempo, por isso busca esses procedimentos paliativos para não fazer uma cirurgia mais invasiva convencional.

iSB - Qual o bom senso do cirurgião plástico na hora de fazer uma cirurgia plástica?

EL - A primeira coisa é avaliar a queixa do paciente, o que o incomoda. E então, o cirurgião, baseado na técnica, vai orientar sobre a possibilidade de realizar ou não o procedimento. Eu não costumo indicar um procedimento, eu ouço o que o paciente vai querer fazer e o oriento a partir do que é melhor pra ele.
A cirurgia vai depender de alguns critérios, como idade, peso, frequência de atividade física e também o critério da saúde do paciente, onde serão feitos avaliação clínica, exames laboratoriais e cardiológicos. Se o paciente estiver apto para a cirurgia, é pedida uma foto sua, antes do procedimento, para comparar o antes e o depois e, então, é feito o planejamento da cirurgia.

iSB - Qual a idade mais indicada?

EL - Cada cirurgia tem uma idade especifica, as pessoas mais jovens procuram a lipoaspiração e a prótese de mama e nariz. As pacientes na faixa dos 50 anos procuram a plástica de pálpebra e a de face. As crianças, normalmente, fazem a plástica de orelha de abano, na fase pré-escolar. Cada cirurgia tem uma determinada época. Para calvície, por exemplo, não tem idade, porque hoje em dia jovens já têm queda de cabelo acentuada.

iSB - E a lipoaspiração, uma das cirurgias mais realizadas, o que o médico avalia na hora de realizá-la?

EL - O paciente ideal para a lipoaspiração é aquele que está no peso ideal, ou apenas um pouco acima, e que tenha gordura localizada. É uma pessoa que faz atividade física, tem uma boa alimentação, mas tem uma gordura e não consegue tirá-la com tudo isso. Mas há outro caso, que apesar de não estar no peso ideal, também pode ser feita a lipoaspiração. É aquele paciente que tem gordura localizada no culote, o que terá a vida inteira por se tratar de algo genético, de família. Em todos os casos a cirurgia plástica pode melhorar o contorno corporal.

"Eu sempre digo que 50% do resultado de uma lipo depende dessa consciência dos hábitos de vida da pessoa".



iSB - Muita gente faz lipo e depois acha que pode comer de tudo, quais são os cuidados?

EL - Existe um tempo de seis meses a um ano para se ter o resultado final de uma cirurgia plástica. Durante esse período, se o paciente não tiver os cuidados com a alimentação e atividade física, ele pode começar a ganhar peso logo no primeiro mês. Então, é muito importante a sua consciência em relação à alimentação e à atividade física. Eu sempre digo que 50% do resultado de uma lipo depende dessa consciência dos hábitos de vida da pessoa.

iSB - Além dos benefícios estéticos, quais os outros benefícios da cirurgia plástica?

EL - A cirurgia plástica também está muito ligada à questão da autoestima. Além do benefício estético, existe a questão emocional e psicológica. Seu resultado funciona como um propulsor no aumento da autoestima e de autoconfiança.

iSB - Como é feito o acompanhamento do paciente que faz uma cirurgia plástica?

EL - O paciente faz uma consulta e dirá o que o incomoda. Baseado nisso, será orientado. No mesmo dia, são solicitados os exames, que serão trazidos depois para o médico. Nesse período, é comum o paciente fazer uma preparação para a cirurgia em uma clínica de estética com tratamentos dermato-funcionais, como drenagem, limpeza de pele e hidratação.
Feita a cirurgia, entra na fase de pós-operatório imediato (um mês), cuidando-se do curativo, dos pontos e quando podem ser feitos também os tratamentos dermato-funcionais, sempre com a avaliação e orientação do cirurgião. Depois desse período, é dada uma alta relativa, com orientações em relação à exposição ao sol e à prática de atividades físicas. Normalmente depois de um mês o paciente já está com uma vida normal.

iSB - Quando deve ser feita a troca de próteses?

EL - Depois de 10 anos, o paciente tem que fazer um exame, a ressonância magnética e, se estiver tudo bem, ele pode continuar com a prótese, mantendo essas revisões de dois em dois anos.

Compartilhe