podcast do isaúde brasil

Publicada em 16/07/2020 às 10h13. Atualizada em 21/07/2020 às 16h14

Quais são as vantagens da moldagem digital?

Ela auxilia no planejamento e na eficácia dos tratamentos orais. Veja como funciona.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

A moldagem convencional é uma etapa essencial na prática odontológica de diversas especialidades. Ela é fundamental para o dentista estudar os casos dos pacientes, traçar os planos de tratamento e transferir a situação clínica para o laboratório, quando necessário. Porém, é uma etapa desconfortável para muitos pacientes, pois pode causar náuseas e desconforto com o sabor e textura de alguns materiais.  

Com o avanço na área odontológica e na busca pela modernização para promover conforto ao paciente e agilidade nos tratamentos, surgiram, no início dos anos 80, os modelos digitais obtidos por meio da moldagem digital ou escaneamento. Os processos de moldagem e obtenção de modelo digital, como também a produção da peça protética, são realizados por meio da tecnologia CAD/CAM (Computer Aided Design/ Computer Aided Manufacturing), otimizando a qualidade e o tempo das reabilitações orais. 

O escaneamento intraoral é feito em uma sessão, com obtenção e transmissão das imagens da arcada dentária do paciente para o computador. É um processo simples e rápido, que elimina duas etapas da moldagem convencional: a obtenção do molde e a confecção do modelo de gesso. Após o escaneamento, o caso é planejado digitalmente e encaminhado para a unidade de fresagem computadorizada, para a confecção das peças protéticas a partir da fresagem de blocos sólidos de materiais restauradores, como cerâmicas e compósitos resinosos, escolhidos para o caso. A unidade de fresagem pode estar no próprio consultório do dentista ou em um laboratório de prótese. Os scanners digitais intraorais ganharam visibilidade na odontologia, já que a sua aplicação simplifica decisivamente o fluxo de trabalho, evita imprecisões vinculadas à moldagem convencional e torna o tratamento mais breve.

Os procedimentos de moldagem digital foram introduzidos em prótese, implantodontia, cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial, e ortodontia, pois, devido à sua natureza, esses sistemas podem eliminar erros inerentes às moldagens convencionais e modelos de gesso. Além disso, essa técnica visa eliminar a seleção das moldeiras, proporção e polimerização de materiais de moldagem, desinfecção, alterações dimensionais dos materiais de moldagem, expansão do gesso e envio físico para o laboratório.

"Uma das principais vantagens da moldagem digital é que as imagens da arcada do paciente podem ser ampliadas para melhor visualização dos detalhes e, consequentemente, proporcionam tratamentos mais precisos."

Uma das principais vantagens da moldagem digital é que as imagens da arcada do paciente podem ser ampliadas para melhor visualização dos detalhes e, consequentemente, proporcionam tratamentos mais precisos. Além disso, quando essas imagens precisam ser enviadas ao laboratório, pode-se utilizar a internet, reduzindo o risco de quebrar o modelo durante o seu transporte, eliminando o armazenamento físico dos modelos e tornando o tratamento mais ágil. Cabe ressaltar que no método de moldagem convencional é preciso repetir toda a moldagem em caso de erros, enquanto na moldagem digital é possível redefinir apenas a área ausente ou aquela em que o escaneamento não foi o ideal, resultando em tempo mais curto do procedimento.

Contudo, essa técnica apresenta algumas adversidades no ambiente bucal que podem interferir na obtenção do modelo digital, tais como saliva, fluido sulcular, limitação de abertura e movimentação bucal do paciente. Além disso, os custos dos sistemas CAD/CAM são bastante elevados, porém, em contrapartida, a produção rápida em larga escala de restaurações de boa qualidade compensam para alcançar a viabilidade financeira.

De fato, os avanços tecnológicos permitem que a moldagem digital atenda aos requisitos de precisão para o processo de transferência de informações da boca do paciente para o laboratório de prótese dentária e forneça resultados superiores às técnicas de impressão convencionais. O conforto do paciente, a economia de tempo, a rapidez e a previsibilidade no tratamento odontológico são aspectos positivos que agregam valor a essa tecnologia. Ademais, é uma tecnologia sustentável que, com o uso de recursos digitais, pode diminuir consideravelmente o uso de substâncias tóxicas e a quantidade de lixo dispensado no meio ambiente. 

Referências:

1. Polido WD. Digital impressions and handling of digital models: The future of Dentistry. Dental Press J. Orthod. 2010;15(5):18-22.

2. Lee S, Hong SJ, Paek J, Pae A, Kwon KR, Noh K. Comparing accuracy of denture bases fabricated by injection molding, CAD/CAM milling, and rapid prototyping method. J Adv Prosthodont. 2019;11(1): 55-64.

3. Papaspyridakos P, Gallucci GO, Chen CJ, Hanssen S, Naert, I, Vandenberghe B. Digital versus conventional implant impressions for edentulous patients: accuracy outcomes. Clin Oral Implants Res. 2016; 27(4): 465–472. 

4. Perng-Ru L. A panorama of dental CAD/CAM restorative systems. Compend Contin Educ Dent. 2005; 26(7): 507-8.

5. Podhorsky A, Rehmann P, Wöstmann B. Tooth preparation for full coverage restorations – a literature review. Clin Oral Invest. 2015;19(5):959-68.

Compartilhe

Saiba Mais