podcast do isaúde brasil

Publicada em 16/06/2020 às 07h16. Atualizada em 16/06/2020 às 08h52

Um lugar para a espiritualidade

A espiritualidade pode nos ajudar em tempos de pandemia?

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

A busca por respostas para o princípio de todas as coisas, para a nossa existência e finitude é algo que sempre esteve presente na história da humanidade. Essa inquietação leva muitas pessoas a acreditarem na existência de algo ou de um ser divino e superior. Outros encontram respostas na Teoria da Evolução.

Vivemos em um Estado laico, felizmente, o qual nos possibilita manifestarmos as nossas crenças, embora ainda tenhamos que presenciar manifestações de discriminação relacionadas à fé e a religiões. 

Igrejas e templos foram construídos, livros foram escritos, religiões foram criadas e, não raro, são usadas como instrumento de alienação, exploração e manipulação de pessoas. A espiritualidade, contudo, é algo mais amplo e não está, necessariamente, atrelada a uma crença, religião ou a um Deus.

A espiritualidade pode ser entendida como uma forma de perceber a vida e a morte e o nosso lugar no Universo. Ela nos remete para o abstrato e imaterial. É algo pessoal que expressa a subjetividade de cada um. Gilberto Gil, em uma de suas composições, fala sobre Deus de uma forma belíssima:

“Se eu quiser falar com Deus

Tenho que ficar a sós

Tenho que apagar a luz

Tenho que calar a voz

Tenho que encontrar a paz

Tenho que folgar os nós 

Dos sapatos, da gravata

Dos desejos, dos receios

Tenho que esquecer a data

Tenho que perder a conta

Tenho que ter mãos vazias

Ter a alma e o corpo nus.”

Sim. Para nos conectarmos com nós mesmos ou com o divino, precisamos ter a alma e o corpo nus. 

Nos dias atuais, a espiritualidade pode ocupar um lugar significativo na vida das pessoas. Isto não significa dizer que os ateus, os agnósticos e os evolucionistas estejam em uma posição menos confortável, mas, ao que parece, a espiritualidade nos oferece um acolhimento em dias de grande sofrimento psíquico, a exemplo desse que estamos vivendo em consequência da pandemia pela COVID - 19.

Percebo que a pandemia aflorou a espiritualidade e ela tem sido manifestada de várias formas. Vejo isto como um aspecto positivo, pois estamos mais introspectivos e reflexivos quanto a nossa relação com a natureza, com o outro e com o nosso divino.

 

Leia também:

Mente, corpo e espírito: uma só saúde!

Corpo, mente e fluxo energético?

Espiritualidade Baseada em Evidências

Compartilhe

Saiba Mais