podcast do isaúde brasil

Publicada em 07/07/2020 às 08h06. Atualizada em 09/07/2020 às 17h26

Você conhece as principais implicações da Doença de Parkinson na saúde bucal?

Alta incidência de cárie, sensação de queimação oral e boca seca são alguns dos sintomas provocados pelas comorbidades da doença.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

"Por se tratar de uma doença incurável, o tratamento se baseia na utilização de medicamentos capazes de amenizar os sinais e sintomas, assim como retardar a sua progressão."

A Doença de Parkinson (DP) é uma doença neurológica progressiva e incurável provocada pela degeneração de neurônios dopaminérgicos situados em uma região do cérebro chamada substância negra, afetando, principalmente, indivíduos acima de 65 anos de idade. A degeneração dessas células leva à diminuição da dopamina, um neurotransmissor importante no controle do movimento, o que desencadeia, por consequência, um conjunto de distúrbios motores conhecidos como sinais cardinais da doença de Parkinson, identificados pela rigidez, tremor, lentidão dos movimentos e instabilidade postural. A etiologia da DP ainda é desconhecida, no entanto, estudos sugerem que esteja relacionada a fatores genéticos, ambientais e/ou alterações do envelhecimento. Por se tratar de uma doença incurável, o tratamento se baseia na utilização de medicamentos capazes de amenizar os sinais e sintomas, assim como retardar a sua progressão. 

Com a evolução da doença, os distúrbios motores e cognitivos tornam-se cada vez mais severos, sendo previsível que a saúde oral seja diretamente afetada, visto que o paciente passa a apresentar maiores dificuldades motoras na realização de cuidados diários de higiene oral. Associado a este fator, os medicamentos utilizados para o controle da doença também são responsáveis por alterar a saúde da cavidade bucal desses indivíduos. Entre as implicações bucais mais comuns estão a disfagia (dificuldade em deglutir), xerostomia (sensação de boca seca), sensação de ardor oral, doença periodontal e aumento da incidência de lesões de cárie. 

Explicando de forma mais detalhada sobre estas principais manifestações, vale destacar que a deglutição no paciente parkinsoniano se modifica com o avanço da doença, caracterizando-se assim um quadro de disfagia. A lentificação dos movimentos, a fraqueza da musculatura oral e o comprometimento da coordenação das ações bucais, dificultam a ingestão de alimentos, o que afeta diretamente o estado nutricional do paciente.  Além disso, a dificuldade em deglutir, acompanhada da manutenção da cabeça sempre inclinada para baixo, leva o paciente a salivar excessivamente e a acumular saliva nas comissuras labiais, propiciando quadros infecciosos frequentes de queilite (inflamação) angular.

"A lentificação dos movimentos, a fraqueza da musculatura oral e o comprometimento da coordenação das ações bucais, dificultam a ingestão de alimentos, o que afeta diretamente o estado nutricional do paciente."

Já a xerostomia, caracterizada pela sensação de boca seca, é considerada a manifestação bucal mais comum dos pacientes com DP, estando relacionada ao uso de fármacos anti-parkinsonianos. Pode ser consequente da diminuição ou interrupção da função das glândulas salivares. A xerostomia nestes pacientes é um estimulador da cárie dental e doença periodontal, visto que a saliva auxilia tanto na lubrificação e na limpeza dos tecidos orais e estruturas dentárias, como também na neutralização dos ácidos e remineralização do esmalte. Outro sintoma relacionado à xerostomia nestes pacientes é a sensação de ardor oral, conhecida como a síndrome da boca ardente. Caracteriza-se pela sensação de queimação e dor na mucosa bucal e está, muitas vezes, ligada ao uso de medicações anti-parkinsonianas. Os locais mais acometidos por essa síndrome são a língua, os lábios, o palato duro e o rebordo alveolar dos indivíduos desdentados.

Outras manifestações bucais importantes que podem ser agravadas em pacientes com DP é a cárie dentária e a doença periodontal. A maior incidência da cárie (sobretudo a cárie radicular) e da doença periodontal nos pacientes portadores da DP está relacionada às dificuldades motoras e o comprometimento da destreza manual que apresentam, impossibilitando-os de realizarem os cuidados de higiene oral com frequência e qualidade. Outro agravante para o surgimento de lesões de cárie é o aumento do consumo de alimentos ricos em açúcar, em virtude da alteração do paladar associada ao envelhecimento, disfagia e condição sistêmica, que favorece a formação de biofilme nas estruturas dentárias. 

Portanto, conhecer os sinais e sintomas da DP, bem como as suas implicações na saúde oral é fundamental para que o cirurgião-dentista trace um plano de tratamento correto, sempre de acordo com as limitações apresentadas pelo paciente. É essencial que  este profissional entenda a importância de se realizar procedimentos preventivos e que o mesmo instrua tanto o paciente,  quanto os familiares e cuidadores sobre a importância da manutenção de uma boa higiene oral, por meio da instrução de técnicas de escovação, uso de fio dental e limpeza das próteses removíveis, além de orientar sobre a necessidade das consultas periódicas ao consultório odontológico. 

Referências:

1- Mancopes R, Busanello-Stella AR, Finger LS, Neu AP, Pacheco AB, Torriani MS. Influence of levodapa on the oral phase of sawllowing in patients with Parkinson’s disease. Rev CEFAC. 2013;15(3):707-12.

2- Nogueira AF. A doença de Parkinson e suas implicações na saúde oral. 2016. Dissertação (Mestrado em Medicina Dentária). Portugual: Instituto de Ciências da Saúde Egas Moniz, 2016.

3- Batista LM, Oliveira MTP, Magalhães WB, Bastos PL. Oral Hygiene in Patients with Parkinson’s Disease. R I Med J. 2015;98(11):35-7. 

4- Jolly DE, Paulso RB, Paulson GW, Pike JA. Parkinson’s disease: a review and recommendations for dental management. Spec Care Dentist. 1989;9:74-8.

5- Cicciù M, Risitano G, Lo Giudice G, Bramanti E. Periodontal Health and Caries Prevalence Evaluation in Patients Affected by Parkinson's Disease. Parkinsons Dis. 2012; 2012: 541908.

Compartilhe

Saiba Mais