podcast do isaúde brasil

Publicada em 11/08/2011 às 18h03. Atualizada em 12/08/2011 às 10h42

Cuidados com a saúde bucal devem começar no berço

Presidente do CROBA fala ao iSaúde Bahia sobre cuidados com a saúde bucal do bebê.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

“Os cuidados com a saúde bucal dos recém-nascidos devem iniciar durante a gestação”.

A amamentação natural deve ser incentivada por oferecer muitos benefícios: saciar a vontade de sucção; estimular o crescimento e desenvolvimento crânio-facial normais; evitar a instalação de hábitos bucais nocivos; estabelecer maior vínculo entre o bebê e a mãe. Os cuidados com a saúde bucal dos recém-nascidos devem iniciar durante a gestação, quando a futura mãe deve receber instruções de higiene bucal e dieta para si, além de orientações para o bebê nos primeiros meses de vida.

A gestante poderá ser submetida a tratamento odontológico, mas com cuidados especiais. Alguns procedimentos podem ser realizados e outros postergados para um momento adequado. O ideal é que, caso a gravidez seja planejada, seja feito um tratamento odontológico pré-natal.

A higiene do bebê deve ser realizada sempre após a alimentação, para remoção de restos alimentares, limpando as gengivas com uso de gaze embebida em soro fisiológico ou água. A instalação de hábitos precocemente resultará em padrão de saúde bucal durante a vida adulta e o inverso é verdadeiro, ou seja, hábitos inadequados acarretarão prejuízos para a saúde bucal. Ações educativas e preventivas devem ser transmitidas para toda a família.

“A higiene do bebê deve ser realizada sempre após a alimentação, para remoção de restos alimentares”.

A primeira visita da criança ao cirurgião-dentista deve acontecer com a erupção do primeiro dente ou mesmo antes, caso os pais necessitem de alguma informação adicional. Mas vale ressaltar a importância dos pais terem noção de cuidados para manutenção da saúde bucal do bebê. Nesta primeira visita, o profissional irá esclarecer as possíveis dúvidas e iniciar uma rotina que deverá acompanhar durante toda a vida. Dieta equilibrada, aplicação de fluoreto e uso adequado de mamadeira são informações importantes para evitar o surgimento de lesões de cárie.

A cárie pode ser considerada como problema odontológico e social. É uma doença infecto-contagiosa prevalente originada de causas diversas, que tem como principais fatores o hospedeiro, a microbiota, a dieta e o tempo. Outros fatores contribuem para a ocorrência da lesão de cárie, como a qualidade e quantidade da saliva e uso de fluoretos.  

TRATAMENTOS GRATUITOS

É importante que a população procure um cirurgião-dentista para receber o tratamento adequado, evitando até mesmo a perda desnecessária dos dentes. Existem alguns centros que oferecem atendimento gratuito, tais como Postos de Saúde, Unidades de Saúde da Família, Centros de Referências e Faculdades de Odontologia. Há necessidade de procurar informações sobre os requisitos para ter acesso a esses centros.

Compartilhe

O que é a cárie?

A cárie é uma doença infecto-contagiosa e deverá ser tratada o mais precoce possível. O acúmulo de restos alimentares na superfície do dente e a presença de microrganismos por um tempo leva a descalcificação, resultando na cárie. A prevenção é o segredo do sucesso.

Serviços Gratuitos
  • Ambulatório Docente-Assistencial da Bahiana - ADAB
    Tel.: (71) 3276 8200
    Av. D. João VI, 275, Brotas, Salvador, Bahia, CEP. 40.290-000
  • Clínica Odontológica - FTC
    Tel.:(71) 3281-8065
    Av. Luís Viana Filho, 8812, Paralela.Salvador,Bahia,CEP: 41.741-590
  • Clínica de Odontologia - UNIME
    Tel.:(71) 3616-2000
    Rua Professor Fernando Rocha, 326, Paralela,Salvador,Bahia, CEP:41.741-500