podcast do isaúde brasil

Publicada em 19/12/2013 às 16h06. Atualizada em 26/12/2013 às 07h24

Impotência pode ser sinal de problema no coração. É bom ficar atento!

Confira quais as relações entre o infarto agudo do miocárdio e a disfunção erétil, e quais precauções o cardíaco deve tomar.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

Em entrevista ao iSaúde Bahia, o cardiologista Dr. Victor Pereira Paschoalin esclarece alguns mitos sobre o tema. Saiba mais.

iSaúde Bahia -  O ato sexual representa algum risco para quem tem problema de coração? Quais precauções o cardíaco deve tomar?

Dr. Victor Pereira Paschoalin - O ato sexual é uma atividade física, desta forma, exige um preparo físico adequado. O paciente com problemas de coração normalmente não dispõe de um bom preparo físico, podendo apresentar falta de ar, cansaço fácil, dor no peito, perda de ereção peniana. As precauções que devem ser tomadas são: perda de peso, controle da pressão arterial, realização de dieta sob supervisão de nutricionistas, realização de exercícios físicos regularmente etc.

iSB -  É comum que homens que sofreram infarto fiquem impotentes? Conhece alguma estimativa sobre isso?

Dr. Victor Pereira Paschoalin - Os pacientes que sofreram infarto agudo do miocárdio certamente apresentam lesões nas artérias que nutrem o pênis e, desta forma, apresentam também algum grau de disfunção sexual. Disfunção erétil pode ser o primeiro sinal de que coração está doente.

iSB - Então a impotência pode ser sinal de algum problema no coração?

Dr. Victor Pereira Paschoalin - A disfunção erétil pode ser o primeiro sinal de que o coração está doente. Por isso, todos os pacientes com queixa de dificuldade de ereção, além de serem atendidos por urologistas, devem ser avaliados também por um cardiologista.

iSB - Qual é o tratamento contra a impotência adotado para os homens que já sofreram o infarto, uma vez que eles não podem tomar estimulantes sexuais, por conta do aumento de pressão?

Dr. Victor Pereira Paschoalin - O fato de um paciente ter apresentado um infarto não o impede de fazer uso de estimulantes sexuais. Apenas se o paciente estiver fazendo uso de medicações como nitrato, ele não poderá fazer uso de estimulantes sexuais.

iSB -  Após o infarto, quanto tempo o homem deve permanecer sem fazer sexo?

Dr. Victor Pereira Paschoalin - Não existe um tempo mínimo. Vai depender muito da gravidade do infarto agudo do miocárdio e da presença de outras doenças associadas.

Compartilhe
Serviços Gratuitos
  • Ambulatório Docente-Assistencial da Bahiana - ADAB
    Tel.: (71) 3276 8200
    Av. D. João VI, 275, Brotas, Salvador, Bahia, CEP. 40.290-000
  • Hospital Universitário Prof. Edgard Santos - HUPES
    Tel.:(71) 3283 8000 Rua Augusto Viana S/N, Canela, Salvador, Bahia, CEP. 40.110-060