podcast do isaúde brasil

Publicada em 09/01/2019 às 09h34. Atualizada em 09/01/2019 às 10h09

O que você sabe sobre as desagradáveis micoses?

Elas são causadas por fungos e sua ocorrência aumenta durante o verão.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

Com a chegada do verão, a proliferação de fungos causadores das micoses aumenta. Para saber mais sobre o assunto, como evitar e tratar o problema, o iSaúde Brasil conversou com a dermatologista Nadjane de Paula. 

iSaúde Brasil - A micose é uma doença causada por fungos. Quais ambientes são mais propícios ao crescimento desses fungos?

Nadjane de Paula - Micose é um termo genérico para infecções causadas por fungos, sendo a maioria destes chamados de Dermatófitos, (também podem ser causadas pelos não Dermatófitos) e são classificadas como: micoses superficiais, subcutâneas e profundas. A micose pode acometer indivíduos de todas as idades e tem distribuição universal. Sabe-se que os ambientes úmidos e áreas com calor excessivo, favorecem o desenvolvimento de alguns tipos de fungos.

iSaúde Brasil - Quais as principais formas de transmissão dos fungos causadores da micose?

Nadjane de Paula - Os fungos tipo Dermatófitos causam infecções na pele, cabelos, pelos e unhas e gostam de queratina, isto é, a camada mais superficial da pele, por isso, são consideradas micoses superficiais, e o contato direto com pessoas infectadas, animais, solo, além de fômites (escovas de cabelo, roupas, bonés) contato direto com a lesão de pele, são as principais vias de transmissão da doença.

iSaúde Brasil - Existe alguma micose mais comum nos homens? 

Nadjane de Paula - A tínea ingeunocrural é mais comum no sexo masculino e apresenta lesões de pele com vermelhidão, descamação, bordas arredondadas ou circinadas, localizada na virilha (uni ou bilateralmente) e o contato pele a pele pode transmitir a doença.

iSaúde Brasil - Como se caracteriza a micose da região dos pés?

Nadjane de Paula - A tínea do pé (tínea pedis) ocorre em região interdigital (tínea interdigital), em região plantar com descamação plantar e no corpo (tínea corporis) apresenta lesões prurigenosas (que coçam) aspecto semicircular (circinado) distribuídas no corpo. 

iSaúde Brasil - Sabemos que as unhas precisam de cuidados constantes, pois é uma região que corre o risco de desenvolver micose. Como funciona a micose na unha?

Nadjane de Paula - A micose da unha (onicomicose) acomete a lâmina ungueal e pode ser causada por fungos Dermatófitos e não Dermatófitos, e causa espessamento da unha onicólise parcial, superficial ou total da unha.

iSaúde Brasil - Qual o tratamento para a micose?

Nadjane de Paula - O tratamento das micoses é feito com antifúngico oral e tópico, variando de acordo com a localização corpórea sob forma de shampoos, creme e ou esmalte, corte de cabelos e ou pelos acometidos com derivados Azólicos.

iSaúde Brasil - Qual tipo de micose pode se desenvolver no couro cabeludo e como ela é transmitida?

Nadjane de Paula - A tínea de couro cabeludo, mais comum em crianças, pode ser transmitida pelo uso de escovas, bonés e outros objetos, causando enfraquecimento do cabelo, que se rompe em uma área (alopecia em tonsura) ou em várias áreas, de acordo com o tipo de Dermatófito. Ocorre ainda descamação do couro cabeludo, semelhante à dermatite seborreíca, além de poder surgir lesões purulenta até abcesso.

iSaúde Brasil - Como a micose pode ser prevenida?

Nadjane de Paula - A prevenção requer uso de roupas adequadas ao clima, secar bem o corpo, unhas, entre os dedos dos pés e ou mãos e evitar compartilhar bonés, chapéus e escovas. 

Compartilhe

Saiba Mais

    Serviços Gratuitos
    • Centro Médico Bahiana
      Avenida D. João VI, Brotas
      Telefone: 71 3234 9393