podcast do isaúde brasil

Publicada em 23/07/2019 às 17h17. Atualizada em 30/07/2019 às 08h28

O que você sabe sobre gengivite?

O problema é muito comum, mas deve ser tratado a fim de não evoluir para um quadro mais grave.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

Higiene oral é um dos fatores marcantes para evitar a gengivite. Siba mais sobre o assunto nesta entrevista com o dentista e professor do curso de odontologia da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Leonardo Assis.


iSaúde Brasil – O que é gengivite?

Leonardo Assis – Gengivite é uma inflamação na gengiva podendo comprometer um ou mais dentes. Ela fica inchada, avermelhada e sensível, podendo sangrar com o fio dental, escovação ou sondagem.

iSaúde Brasil – Quais as causas? 

Leonardo Assis – A gengivite é induzida principalmente pela ação do biofilme dental bacteriano (placa).

iSaúde Brasil – Como ela pode ser evitada?

Leonardo Assis – Para evitar a gengivite deve-se realizar a higiene oral adequadamente em toda a boca com o auxílio da escova, do creme dental e do fio dental.

iSaúde Brasil – Quais os tratamentos?

Leonardo Assis – O paciente deve procurar um dentista, pois ele irá realizar o diagnóstico para saber se ele tem gengivite, onde será realizado a instrução de higiene oral e a profilaxia. Caso o paciente não melhore os hábitos de higiene oral, o tratamento não será bem sucedido.

iSaúde Brasil – Caso não tratada, a gengivite pode evoluir para quadros mais graves?

Leonardo Assis – Sim, caso a gengivite não seja adequadamente tratada, ela pode evoluir para periodontite.

iSaúde Brasil – Qual a diferença da gengivite para a periodontite?

Leonardo Assis – Na gengivite, a gengiva apresenta-se inchada e avermelhada, mas não ocorre a perda de osso e de ligamento periodontal, mas quando começa a ocorrer a perda dessas estruturas, a doença passa de gengivite para periodontite.

iSaúde Brasil – Quais os sintomas da periodontite? 

Leonardo Assis – Além do sangramento, supuração (formação de pus), devido à perda de inserção, os dentes começam a ficar amolecidos e, caso a doença não seja tratada, ela pode causar a perda de dentes.

iSaúde Brasil – A periodontite pode ser tratada? Ela tem cura?

Leonardo Assis – Sim, pode e deve ser tratada. O paciente deve procurar um dentista que irá realizar o diagnóstico para saber se o paciente tem gengivite ou periodontite, além de realizar a instrução de higiene oral, remoção do cálculo dental ou tártaro (placa dental endurecida) com raspagem supra ou subgengival e alisamento radicular.

iSaúde Brasil – Existem hábitos que podem oferecer maior risco de desenvolver a periodontite?

Leonardo Assis – Ter hábitos de higiene oral precários e não ir ao dentista regularmente.

Compartilhe

Saiba Mais