podcast do isaúde brasil

Publicada em 27/10/2020 às 10h56. Atualizada em 27/10/2020 às 11h26

Você sabia que um sinal pode ser câncer de pele?

Com a chegada do verão, o iSaúde traz para seus leitores uma cartilha especial de prevenção ao câncer de pele.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

O QUE É CÂNCER DE PELE?

É um tipo de tumor que atinge a pele, sendo provocado pelo crescimento anormal e descontrolado das células que cobrem nosso corpo.

QUAIS SEUS TIPOS E SUA PREVALÊNCIA CARCINOMA BASOCELULAR (CBC)

- Surge na camada mais profunda da epiderme;

- Ocorre frequentemente em regiões mais expostas ao sol;

- Tem baixos índices de morte e é o mais prevalente.

CARCINOMA ESPINOCELULAR (CEC)

- Manifesta-se nas camadas superiores da pele;

- Pode se desenvolver em todas as partes do corpo;

- A pele apresenta sinais de dano solar (Como enrugamento; Mudanças na pigmentação; Perda de elasticidade);

- É o segundo mais prevalente dentre todos os tipos (2x mais frequentes nos homens do que nas mulheres).

MELANOMA

- Parece uma pinta ou de um sinal na pele (Em tons acastanhados ou enegrecidos);

- Os sinais em geral mudam de cor, formato ou tamanho (Podem causar sangramento);

- Menos frequente, mais difícil de tratar (Maior índice de mortalidade entre os tipos).

CONHECENDO UM POUQUINHO SOBRE OS RAIOS UV

Os raios ultravioletas (UV) são uma parte da luz, não visível, que pode ser usada na medicina, na ciência, e na indústria.

- O UVA contribui para o dano e envelhecimento da pele (Mesmo durante todo o dia de forma igual, mesmo em dias nublados);

- O UVB fornece a energia que sua pele precisa (Para produzir vitamina D; Previne, mas é também responsável pelas queimaduras, manchas, aumento do risco de câncer e danos à visão; São mais fortes das 10h às 16h);

- O UVC é bloqueado pela atmosfera terrestre e, portanto não alcança a pele (Pode ser produzido artificialmente; Usado na esterilização).

REGRA ABCDE DO MELANONA 

PREVENÇÃO COM FOTOPROTETORES

O uso de protetor solar é fundamental para reduzir os danos à saúde causados pelo sol e pelos raios UV.

PARA PELE LÍPIDICA - OLEOSA

A pele oleosa é aquela que costuma ter um brilho intenso, tendência a acne, espinhas e cravos e poros dilatados; prefira protetores que tenham sejam:

- “Oil-free” – livre de óleo

- Toque seco

- Efeito mate

- Não comedogênico

É interessante dar preferência aos protetores mais fluidos e leves, para não pesar tanto na pele!

PARA PELE ALÍPIDICA - SECA

A pele seca é aquela que costuma apresentar sintomas de ressecamento, descamação, que é mais sensível, o ideal é buscar por um protetor que se possível seja:

- Mais cremoso – com maior poder de hidratação;

- Ação hidratante de longa duração;

- Hipoalergênico;

- Que contenha ácido hialurônico na composição

PARA PELE EUDÉRMICA - NORMAL

A pele normal é aquela que tem características de saúde, suavidade e é aveludada, além de possuir uma elasticidade normal, poros pequenos e pouco visíveis. É interessante buscar por um protetor que:

- Que seja em formato de sérum;

* Spray ou loção

* Que sejam resistentes ao suor e água;

* “Oil-free” – livre de óleo;

 

OUTRAS FORMAS DE FOTOPROTEÇÃO

- Vestimentas apropriadas (Como camisas com proteção UV; Roupas de banho com proteção UV);

- Óculos escuros (Evitar comprar falsi?cados para garantir a qualidade e proteção);

- Chapeús ou bones;

- Luvas;

- Tecidos fabricados com ?bra fortemente tecidas (Mais rígidos e espessos, preferência aos mais escuros);

- Utilizar antioxidantes de uso oral, como a Vitamina C.

CAMPANHAS DE PREVENÇÃO

A ação de maior destaque é o movimento Dezembro Laranja, que informa a população sobre as formas de prevenção com a adoção de uma série de medidas fotoprotetoras, e indicam procurar um médico especializado para diagnóstico e tratamento. As ações incluem iluminação de monumentos, iniciativas de conscientização em praias e parques.

Compartilhe

Saiba Mais